“Você sua minha cidade, eu sujo sua cara” – COMPÓS 2014

“VOCÊ SUJA MINHA CIDADE, EU SUJO SUA CARA”: práticas de escrita urbana sobre a propaganda política

Laura Guimarães Corrêa, Tiago Barcelos Pereira Salgado

Resumo: Neste artigo, problematizamos o fenômeno das práticas de escrita urbana realizadas por sujeitos comuns sobre peças de propaganda política de candidatos/as a cargos públicos. Analisamos algumas dessas intervenções de contrapropaganda, sob a forma de texto e/ou de imagem, publicadas no site de rede social Facebook e a reconstrução de sentido nos novos discursos produzidos. As imagens selecionadas integram o perfil “Você suja minha cidade, eu sujo sua cara”, que protesta contra a propaganda política ilegal no espaço urbano por meio da derrisão e da subversão de sua função comunicativa original. A observação das peças e dos sentidos compartilhados nessas interações visuais suscita reflexões sobre o caráter apartidário do movimento e sobre a descrença na propaganda política, na democracia representativa e na classe política de modo geral. 

Palavras-Chave: Comunicação Visual. Crença. Intervenções urbanas. Propaganda política. 

intervencoes1

intervencoes2

intervencoes3

Disponível aqui

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s